Você está em: Página Inicial > Cotidiano
'Sala especial' em que Lula ficará preso é um direito previsto em lei
Prisão do ex-presidente foi decretada na quinta-feira (5), após condenação em processo da lava Jato em duas instâncias. Lula se entregou para a Polícia Federal neste sábado (7).
Por G1 Paraná | Postado em: 08/04/2018 - 10:15

Mais Imagens
Publicidade
Publicidade
Publicidade

A chamada sala especial, na qual o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficará detido na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba, é um direito previsto na legislação brasileira.

O ex-presidente foi condenado em duas instâncias no caso do triplex em Guarujá (SP) e se entregou à Polícia Federal neste sábado (7). A pena definida pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) é de 12 anos e 1 mês de prisão, com início em regime fechado.

O que diz a lei

O espaço é tratado no meio jurídico como sala de Estado Maior. O termo consta como exemplo relacionado no inciso V do artigo sétimo da Lei 8906.

“Não ser recolhido preso, senão em sala de Estado Maior, com instalações e comodidades condignas (...)”.

O direito à cela especial para certas categorias foi considerado Constitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2006. Esse local deve oferecer instalações e comodidades condignas, ou seja, adequadas.

Ao decretar a prisão do ex-presidente, na quinta-feira (5), o juiz Sérgio Moro determinou que "em razão da dignidade do cargo ocupado, foi previamente preparada uma sala reservada, espécie de Sala de Estado Maior, na própria Superintendência da Polícia Federal para o início do cumprimento da pena”.

O juiz estipulou ainda que Lula ficasse separado dos demais custodiados da Polícia Federal, sem qualquer risco para a integridade moral ou física.

Quem tem direito

Entre os cargos com esse direito de cela especial estão:

 ministros de Estado, governadores, membros do Legislativo, oficiais das Forças Armadas, magistrados, diplomados por qualquer faculdade, ministros de confissão religiosa e guardas-civis.

Na lista com 11 incisos não constam ex-presidentes.

Embora não sejam citados, ex-presidentes, para muitos juristas, têm direito à prisão especial. Como oficiais das Forças Armadas têm esse direito, por analogia, os presidentes também têm por que foram comandantes em chefe das Forças Armadas.

A sala

A sala é um dormitório que hospedava profissionais da PF de outras regiões que estavam de passagem pela regional de Curitiba.

As camas beliche foram retiradas para dar lugar a uma cama e uma mesa e há um banheiro adaptado com chuveiro elétrico.

O espaço de 3 metros por 5 metros fica distante da carceragem da PF em Curitiba. Fica no quarto andar, o último do prédio, e é isolado das demais celas - onde estão presos o ex-ministro Antônio Palocci e o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, condenado na mesma ação, por exemplo.

 

Últimas Notícias
Cotidiano 16 Out às 16:50
O novo cartão oferece a possibilidade de pagamento em até 40 dias sem juros
Cotidiano 16 Out às 14:56
Desligamento do sinal analógico será no dia 28 de novembro.
Cotidiano 16 Out às 14:45
Seu corpo está sendo velado na Igreja Evangélica Martin Luther da sede distrital de Margarida
Cotidiano 16 Out às 08:29
Ele termina em 17 de fevereiro de 2019
Cotidiano 16 Out às 08:11
Funerária Bom Jesus
Cotidiano 16 Out às 07:43
O comunicado é da família através das redes sociais
Cotidiano 15 Out às 17:19
O evento inicia ás 19h30 na Sala do Empreendedor
Cotidiano 15 Out às 16:23
Áreas envolvem Terra Roxa, Guaíra e Altônia
Cotidiano 15 Out às 14:45
A solenidade de abertura contou com a participação do juíz de direito da comarca de São Miguel do Iguaçu
Cotidiano 15 Out às 13:24
A queda mais acentuada aconteceu de 2017 para 2018
Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento