Você está em: Página Inicial > Cotidiano
PRF diz que não vai mais permitir bloqueios nas estradas do Paraná; PM e Exército foram convocados
Todos os policiais militares já foram convocados e estão de prontidão nos quartéis. 
Por Bem Paraná | Postado em: 29/05/2018 - 20:49

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Após reunião com presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) Diumar Bueno, na qual ele afirmou que há caminhoneiros sendo ameaçados para não voltarem às estradas por ´infiltrados´, o comandante da Polícia Rodoviária Federal do Paraná (PRF-PR), Adriano Furtado, garantiu que a corporação não vai mais permitir qualquer bloqueio nas estradas do Paraná. E para isso, vai contar com o apoio do Exército e da Polícia Militar. Todos os policiais militares já foram convocados e estão de prontidão nos quartéis. 

"Vamos ser firmes na atuação de reestebalecer a normalidade no Paraná, com diálogo e autoridade quando o diálogo não tiver mais mais espaço. O caminhoneiro que deseja seguir na estrada vai contar com nossa  segurança. Nós vamos fazer as ações planejadas.Todas as forças segurança estão envolvidas na ação", afirmou Furtado. Sobre os caminhões apedrejados por manifestantes por tentarem seguir viagem. Furtado diz tudo está sendo investigado e que são situações pontuais. 

 Bueno, da CNTA, reafirmou que todas as reivindicações da categoria foram atendidas pelo governo e que acredita ter infiltrados no movimento que tentam tumultuar e prorrogar a greve. "Nosso movimento até aqui foi extraordinário. De forma organizada, paramos o país e ganhamos o reconhecimento e respeito da sociedade. Nossa pauta inicial e prioritária foi plenamente atendida pelo Governo. Atingimos nossos objetivos, porém, a partir deste momento, entrando no 9º dia de paralisação, os caminhoneiros, suas famílias e toda a sociedade começam a sofrer um desgaste desnecessário.", afirmou, Ele denunciou que  vários caminhoneiros estão recebendo ameaças para não desmobilizar. " Entendemos que daqui para frente só haverá prejuízo aos caminhoneiros, de modo que a CNTA e todas as entidades sindicais de sua base, pedem a compreensão pelo fim da paralisação".

Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento