Você está em: Página Inicial > Cotidiano
Importunação sexual vira crime, com pena de até 5 anos
A proposta ganhou força no Legislativo após casos de homens que se masturbaram e ejacularam em mulheres dentro de transporte público
Por Estadao Conteudo | Postado em: 25/09/2018 - 10:19

Publicidade
Publicidade

O presidente da República em exercício, ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), sancionou nesta segunda-feira  (24), a lei que torna crime a importunação sexual, com pena prevista de um a cinco anos de prisão. 

A proposta ganhou força no Legislativo após casos de homens que se masturbaram e ejacularam em mulheres dentro de transporte público ganharem repercussão. 

O texto sancionado por Toffoli também torna crime a divulgação, por qualquer meio, de vídeo e foto de cena de sexo ou nudez ou pornografia sem o consentimento da vítima, além da divulgação de cenas de estupro. 

A lei aumenta a pena em até dois terços se o crime for praticado por pessoa que mantém ou tenha mantido relação íntima de afeto ou com fim de vingança. Também aumenta em até dois terços a punição para estupro coletivo (quando envolve dois ou mais agentes) e estupro corretivo, quando o ato é praticado com objetivo de "controlar o comportamento sexual ou social da vítima".  

Defesa do Congresso 

Em sua fala, Toffoli destacou que é preciso resgatar o Congresso como "instituição fundamental para a democracia" e também "valorizar a política como aquela que faz avançar uma sociedade". Ele disse que "é altamente significativo" poder sancionar projetos "tão importantes vindos do Congresso" e que ampliam avanços do texto constitucional. 

"A Constituição é nosso grande Norte e nós temos de defendê-la e defender esses avanços. Todos esses avanços e esses pactos vão sendo conquistados e vão sendo ampliados e realizados com o passar do tempo." 

Toffoli lembrou que a Constituição de 1988 completa 30 anos em outubro e teve grande participação popular. Disse ainda que o Judiciário deve trabalhar envolvido com a sociedade para não só formular direitos, mas também transformar culturas e práticas, pois considera que no Brasil "ainda perdura uma distância grande demais entre termos normativos e a vida concreta". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Últimas Notícias
Cotidiano 13 Dez às 07:27
Funerária Bom Jesus
Cotidiano 12 Dez às 20:32
Funerária Bom Jesus
Cotidiano 12 Dez às 19:41
A saída ocorrerá em frente ao Teatro Municipal Gustavo Fischer, às 18h.
Cotidiano 12 Dez às 19:30
A cobertura foi danificada na tarde desta quarta-feira em Cascavel
Cotidiano 12 Dez às 19:18
A cobertura da rodoviária e do Ceasa foram derrubadas com a força do vento
Cotidiano 12 Dez às 16:55
A programação acontece no Parque Ecológico Diva Paim Barth
Cotidiano 12 Dez às 16:00
O trabalho foi executado pelas Agentes de Endemias e Agentes Comunitárias de Saúde (ACS) nas escolas municipais da sede e dos distritos de Candeia e Pérola Independente.
Cotidiano 12 Dez às 15:33
Os médicos vieram por meio do Programa Mais Médicos do Governo Federal.
Cotidiano 12 Dez às 14:03
A sessão, que será realizada no plenário da Câmara a partir das 11 horas, é aberta à comunidade
Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento