Você está em: Página Inicial > Policial
Gaeco esclarece motivos das prisões de prefeito, vereador e empresários de Santa Terezinha e Marechal Rondon
Na mesma operação foi detido um empresário de Marechal Cândido Rondon.
Por Marechal News | Postado em: 09/05/2018 - 21:32

Publicidade
Publicidade

Agentes de diversos núcleos do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, do Ministério Público do Paraná, prenderam ontem o prefeito, um vereador, um servidor público e dois empresários de Santa Terezinha de Itapu.

Na mesma operação foi detido um empresário de Marechal Cândido Rondon.

Também foram presas em flagrante duas pessoas por porte ilegal de arma, sendo um funcionário da prefeitura que fazia a segurança da casa do prefeito e o gerente de um frigorífico.

A ação faz parte da Operação Saruê, cujas investigações, realizados pelo Gaeco de Foz do Iguaçu, foram iniciadas há 27 meses para apurar a existência de uma associação criminosa composta por servidores municipais e empresários.

De acordo com as investigações, o prefeito editou decretos de utilidade pública para suposta expansão de áreas industriais que, entretanto, visavam desvalorizar terrenos cujos proprietários passaram a ser assediados para os venderem ao grupo de pessoas ligadas ao prefeito, sob o argumento de que perderiam ainda mais se não fizessem a venda. Os decretos seriam mais adiante revogados para proporcionar que os empresários do grupo tivessem aprovados projetos de loteamentos nessas áreas, conseguindo assim altos ganhos.

São investigadas também possíveis fraudes em licitação para favorecimento do grupo, bem como fraudes na execução de contrato de revestimento de ruas.

Há indícios de que houve ainda fraude na licitação do matadouro municipal.

Além das prisões preventivas, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em 30 locais, incluindo residências, empresas, escritórios de engenharia e de imobiliárias, além de gabinetes e departamentos na Prefeitura e na Câmara Municipal de Santa Terezinha de Itaipu.

Os mandados foram expedidos pelo Tribunal de Justiça do Paraná, que decretou ainda a suspensão do exercício das funções públicas o prefeito, o vereador e o servidor público.

Últimas Notícias
Policial 21 Out às 21:57
A Polícia Militar está se deslocando agora
Policial 21 Out às 20:11
Flagrado hoje por porte ilegal de arma, o policial já havia sido preso pela PRF de Guaíra em junho deste ano por descaminho
Policial 21 Out às 19:23
Populares relataram que o morador agrediu a esposa
Policial 21 Out às 08:21
A droga estava dividida em 215 tabletes
Policial 21 Out às 07:49
Três ocorrências a PM registrou
Policial 21 Out às 07:35
A mulher desesperada chamou a polícia
Policial 21 Out às 07:15
A PM foi até o local, mas ninguém foi preso até o momento
Policial 20 Out às 13:30
Seis pés foram encontrados
Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento