Você está em: Página Inicial > Cotidiano
Falta de servidores compromete atendimento no IML de Toledo
Muitos corpos estão tendo que ser levados para Cascavel
Por Difusora | Postado em: 07/05/2018 - 13:39

Publicidade

A falta de funcionários no Instituto Medico Legal de Toledo tem comprometido o atendimento aos 20 municípios que dependem dos trabalhos do órgão, incluindo o de Marechal Cândido Rondon.

Devido a essa carência de servidores, muitos dos corpos que deveriam ser necropsiados no IML de Toledo, são obrigados a serem levados para o Instituto Medico Legal de Cascavel.

Nas ultimas semanas, houve alterações no quadro de funcionários e na direção do Instituto, o que comprometeu o bom andamento dos trabalhos.

Tania Dall Alba Pacheli, que por cerca de dez anos era chefe administrativa do IML, foi exonerada do cargo, e acabou substituída pelo policial civil Torres, da cidade de Toledo.

Com a saída da diretora Tania, duas auxiliares de necropsia solicitaram transferência de função, deixando o órgão de Toledo, que ficou sem funcionários nessa função.

Informações extra-oficiais dão conta de que, em se tratando de auxiliares de necropsia, o Instituto Médico Legal de Toledo não dispõe de nenhum servidor no momento.

As duas auxiliares - que solicitaram remoção – trabalhavam em escala de serviço de 24 por 24 horas, ou seja, já estavam sobrecarregadas; e agora com a saída delas, os corpos têm que ser levados para o IML de Cascavel para realização da necropsia.

Em se tratando da função de motorista do IML, há apenas um contratado de momento, enquanto o necessário seriam três pessoas para essa função.

O preenchimento dessa escala de serviço, já que o único funcionário para a função está sobrecarregado, é feito por motoristas do IML de Cascavel, porém, não se sabe ate quando pode durar essa politica da boa vizinha.

Apesar do IML de Toledo manter um médico legista para a assinatura do laudo final, não há auxiliares de necropsia e por isso a realização do exame está comprometida no órgão toledano.

Devido a esse transtorno, o trabalho de necropsia tem levado horas, e em alguns casos os corpos são levados para Cascavel, para serem necropsiados.

De momento, o IML de Toledo estaria com uma escala pequena de servidores: o diretor, um medico legista e um motorista; e enquanto isso continuar, a maioria dos corpos dos 20 municípios que necessitam de necropsia, terá que ser levada para o IML de Cascavel provocando mais transtornos aos familiares enlutados.

Últimas Notícias
Cotidiano 11 Dez às 20:07
O helicóptero pouso nas proximidades do Hospital Rondon
Cotidiano 11 Dez às 16:50
O El Niño também vai trazer impactos aos regimes de chuvas em partes do País.
Cotidiano 11 Dez às 16:25
Inicialmente o campus atuará como extensão do curso de Engenharia em Aquicultura do Setor Palotina.
Cotidiano 11 Dez às 15:53
Vítima sofreu traumatismo craniano e foi levado para o hospital com risco de morte
Cotidiano 11 Dez às 09:15
A criança estava internada no Hospital Universitário desde o dia 05 de dezembro.
Cotidiano 11 Dez às 08:47
O incêndio de grandes proporções na subestação da Copel no município afetou também outras cinco cidades
Cotidiano 11 Dez às 08:11
Funerária Santa Rosa
Cotidiano 10 Dez às 12:55
A Polícia fez buscas no gabinete e no escritório em Marechal Rondon
Cotidiano 10 Dez às 11:26
O escritório do deputado em Marechal Rondon foi alvo nesta manhã
Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento