Você está em: Página Inicial > Policial
Caso Daniel: Primo de Cristiane Brittes, preso em Foz do Iguaçu, deve ser transferido
Eduardo Henrique da Silva de 19 anos é suspeito de participar da morte de Daniel Freitas
Por Catve | Postado em: 08/11/2018 - 09:35

Publicidade
Publicidade

O Gaeco (Grupo de Atuação de Combate ao Crime Organizado) prendeu no início da noite de quarta-feira (7) Eduardo Henrique da Silva, 19 anos - primo de Cristiane Brittes e suspeito de participar da morte do jogador Daniel Freitas, no sábado 27 de outubro na região Metropolitana de Curitiba. 

Cristiana é esposa de Edoson Brittes - assassino confesso - da morte do jogador que foi morto de forma brutal na área rural de São José dos Pinhais, região Metropolitana de Curitiba. O acusado diz que só matou o atleta porque ele tentava estuprar a esposa. 

Eduardo da Silva foi preso na casa em que mora em Foz do Iguaçu. A prisão preventiva foi expedida pela 1ª Vara Criminal de São José dos Pinhais. Ele deve ser transferido ainda nesta quinta-feira (8) para São José dos Pinhais. 

Até o momento estão presos, Edison Brittes Júnior, Cristiane Brittes, Allana Brittes - filha do casal e Eduardo Henrique da Silva. 

O caso segue em uma complexa linha de investigação já que os depoimentos dos suspeitos e das testemunhas são contraditórios. 

A família Brittes está presa na Delegacia de São José dos Pinhais. As duas - mãe e filha, estão em uma sala reservada para audiências onde foram colocados objetos de necessidades básicas e fisiológicas e Edison está preso com os demais detentos em uma das celas da carceragem. 

Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento