Você está em: Página Inicial > Policial
Arrependido, preso fugitivo volta para a cadeia no Paraná
Ele disse que foi influenciado pelos demais para fugir. 
Por Massa News | Postado em: 30/08/2018 - 11:09

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Um dos quatro presos que fugiram da Delegacia de Prudentópolis na madrugada de segunda-feira (27), se apresentou à Polícia Civil na tarde de terça-feira (28). Segundo a polícia, Andrei Colodel, conhecido por “Andreizinho”, se arrependeu de ter fugido e se entregou. Ele disse que foi influenciado pelos demais para fugir. 

Andreizinho já havia fugido da Delegacia de Prudentópolis no dia 13 de dezembro de 2017. Ele foi capturado em um matagal na Rua Lamenha Lins, na Vila da Luz, após entrar em luta corporal com um policial, que efetuou um disparo de arma de fogo para contê-lo. Na oportunidade, Andreizinho sofreu um ferimento no pé e precisou ser escoltado até um hospital de Campo Largo.

Nas duas vezes que fugiu da Delegacia, Andreizinho estava numa cela conhecida como “seguro”, que fica separada dos demais detentos. Nesse espaço ficam os presos que são jurados de morte.

Dos quatro presos que fugiram na madrugada de 27 de agosto, dois deles, Joilton Oszaczy e Maurício de Freitas Fabrício, permanecem foragidos. Para fugir, os presos fizeram um buraco e saíram para o pátio, onde conseguiram pular o muro. 

Capturado:

Além de Andreizinho que se entregou, a Polícia Militar conseguiu capturar o foragido Ezequiel Kuchnir, que foi localizado no Jardim Delmira, no mesmo dia.

Policiais foram acionados para comparecer no bairro após uma tentativa de furto de uma televisão. Ao realizarem patrulhamentos, os policiais abordaram e prenderam o detento foragido.

Ezequiel já havia fugido outras duas vezes da Delegacia de Prudentópolis em 2017. Em março, Ezequiel e mais um detento serraram a grade de uma cela e pularam o muro da carceragem. Já no dia 13 de dezembro, Ezequiel e outros dois presos que estavam no “seguro” aproveitaram o isolamento para escavar um túnel, que permitiu a passagem até a área externa da cela e o acesso ao muro que cerca a delegacia, por onde escaparam.

Uma semana depois da fuga, Ezequiel foi encontrado na localidade de Erval Bonfim. Na ocasião, ele estava com uma espingarda calibre 32, descarregada. A arma tinha sido furtada.

Conforme a polícia, dos quatro detentos que fugiram na segunda-feira, 27, Ezequiel e Andrei estão presos por furto, Joilton por latrocínio (roubo seguido de morte) e Maurício por violência doméstica.

Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento