Você está em: Página Inicial > Policial
Acusada de matar e concretar a irmã é condenada a 22 anos de prisão em Santa Helena
O crime ocorreu em dezembro de 2016
Por Correio do Lago | Postado em: 08/06/2018 - 12:37

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Janete Boeni foi condenada nesta quinta-feira (07), pelo conselho de sentença do Tribunal do Júri, a 22 anos 146 dias de prisão, pelos crimes de homicídio simples, ocultação de cadáver, roubo de veículo e acusação indevida.

A ré é acusada de assassinar a facadas e “concretar” o corpo de sua própria irmã, Ladis Boeni, de 52 anos, em dezembro de 2016, no bairro Baixada Amarela, Santa Helena.

Janete teria dito para a família que a irmã tinha viajado para Cuba, onde encontraria com um médico, com quem mantinha relacionamento amoroso. Ela ainda furtou o carro da irmã e foi para Penha, em Santa Catarina, onde foi presa após o corpo de Ladis Boeni ser encontrado alguns dias depois, por conta do mau cheiro, pelo sobrinho.

A acusada está presa há 18 meses e deverá cumprir, ao menos, 1/6 da pena em regime fechado. Ao todo, Janete foi condenada a 15 anos e 10 meses pelo homicídio, o restante da pena foram os agravantes impostos pelo Tribunal.

A defesa da acusada já confirmou que vai recorrer da decisão.

Portal Nova Santa Rosa
Tecnologia e desenvolvimento